Quinha

Poesia

Textos


                                                    RELATIVO DESTINO
 
Foi fático,amor,do mundo irônico que sombria
As razões morais e éticas pesaram, ao não liberto
De amar e ser amado a quem a chama se inflama
Impedindo o voo estrelar dum viver apaixonado
 
Maldigo o destino que mal traçado,desventura
Amor lindo, uno, formidável e magnífico
Que amargou o coração lanhado,em lamúria
Mesmo sabendo que este amor é glória e devotado
 
O que fazer amor com malogrado destino
Destino que priva o amor no doce encanto
Encanto ao sabor dos ventos das camélias

Suavizando aperto de almas reprimidas,
De alcançar o cimo do amor sublime,
Com frêmitos,ternos olhares e sorrisos largos?
 
 
QUINHASSILVA
Enviado por QUINHASSILVA em 21/08/2016
Alterado em 28/02/2019


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras